Lyricist:    Composer:


Mais uma vez
O ceù azul voltou
A chuva jà parou
A primaveira m’ensinou amar Vocé

Mais uma vez
Os rios obdecerᾶo aquela leia antiga
Que manda em minha vida
A vida destruida
Restituida

Mais uma vez

Mais uma vez
Sonhei que as flores voltavam
E um passaroco usava todo o azul do ceù
Do nosso ceù

Mais uma vez
Me lembro o que dissemos
O que desdissemos
Sossego que nᾶo queremos
Sossego que nᾶo quisemos
Dizer adeus

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez

Mais uma vez
O ceù azul voltou
A chuva jà parou
A primaveira m’ensinou amar Vocé

Mais uma vez
Os rios obdecerᾶo aquela leia antiga
Que manda em minha vida
A vida destruida
Restituida

Mais uma vez

Mais uma vez
Sonhei que as flores voltavam
E um passaroco usava todo o azul do ceù
Do nosso ceù

Mais uma vez
Me lembro o que dissemos
O que desdissemos
Sossego que nᾶo queremos
Sossego que nᾶo quisemos
Dizer adeus

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez

Mais Uma Vez

Preview Open KKBOX

Lyricist:    Composer:


Mais uma vez
O ceù azul voltou
A chuva jà parou
A primaveira m’ensinou amar Vocé

Mais uma vez
Os rios obdecerᾶo aquela leia antiga
Que manda em minha vida
A vida destruida
Restituida

Mais uma vez

Mais uma vez
Sonhei que as flores voltavam
E um passaroco usava todo o azul do ceù
Do nosso ceù

Mais uma vez
Me lembro o que dissemos
O que desdissemos
Sossego que nᾶo queremos
Sossego que nᾶo quisemos
Dizer adeus

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez

Mais uma vez
O ceù azul voltou
A chuva jà parou
A primaveira m’ensinou amar Vocé

Mais uma vez
Os rios obdecerᾶo aquela leia antiga
Que manda em minha vida
A vida destruida
Restituida

Mais uma vez

Mais uma vez
Sonhei que as flores voltavam
E um passaroco usava todo o azul do ceù
Do nosso ceù

Mais uma vez
Me lembro o que dissemos
O que desdissemos
Sossego que nᾶo queremos
Sossego que nᾶo quisemos
Dizer adeus

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez

Mais uma vez
Aqui em frente ao espelho
Invento e troco concelho
Me dou o que nᾶo tenho
Eu vou mais sempre venho

Mais uma vez
O amor que a gente faz
O amor que a gente fez
O que morreu e hoje naceu em ceù

Mais uma vez